Tags

Image

Pode ter vindo das galáxias
Ou ter surgido das falácias
Mas, o fato já se impõe
No boato que interpõe 

Na couraça que protege
Na vidraça que expõe
A dor que deveras sente
A flor que nega a semente

Seres humanos, cósmicos?
Ou simplesmente tórridos?
Consumindo-se (e sendo consumidos)
Por um tempo-rei que os faz escravos.

Poema escrito durante voo turbulento de João Pessoa para o Rio de Janeiro, em abril de 2009.

Imagem: Pintura de Salvador Dalí.

Anúncios