Imagem

Cena do filme “Os meninos dos pijamas listrados”.

Foram tantos,
os dias sem razão,
a vida sem emoção,
Foram cantos,
de melodias sem coração,
de rimas sem paixão,
Foram prantos,
de choros sem comoção,
de lágrimas sem lenço,
Foram acalantos,
de crianças sem ração,
de sonhos sem benção.
E tantos foram os dias
que apartados das alegrias
nem se deram conta da chegada
do pequeno menino, Jesus de Praga.
Poema dedicado aos milhares de meninos e meninas dizimados cruelmente na Segunda Guerra Mundial. Escrito em abril de 2010 (AjAraujo).
Anúncios